Saíram as primeiras resenhas do livro…

Olha que alegria!

Saíram as primeiras resenhas do livro “A Turma do CP-500”. E são lindas! Emoção pura ler cada palavra dita sobre um livro escrito com tanto carinho.

A 1ª resenha é da Nanie Dias e foi postada em seu blog Nanie’s World

​Muito bom!

A Turma do CP-500 foi uma deliciosa surpresa.

Não é o primeiro livro que leio da autora Ana Cristina Melo, então já esperava que fosse uma aventura divertida. Para meu total deleite, porém, foi muito mais do que divertido.

Não bastasse uma escrita deliciosa de ler, personagens encantadores e um enredo capaz de agradar qualquer fã de policiais infanto-juvenis, a autora ainda presenteia seus leitores com seus conhecimentos da área de informática!

Para quem não sabe, vale dizer: Ana Cristina Melo é Analista de Sistemas e, portanto, entende do assunto principal desse livro. Não, não estou falando de mistérios (embora agora possa mesmo dizer que ela também entende disso), estou falando de computadores e microinformática.

O livro conta a primeira aventura de uma turma de amigos ao encontrar um computador velho trancado em uma casa aparentemente abandonada. Só que de velho o computador só tem a carcaça (que é do modelo CP-500, de onde a turma tira o seu nome), porque é um sistema extremamente inteligente e impressiona muito as crianças (e será capaz de impressionar os leitores também, com todos os seus conhecimentos e sua estrutura de avançada de IA).

Ainda mais quando diz estar sozinho e sentir falta de seu dono. Os meninos se sensibilizam e decidem ajudar o computador, já considerado por eles seu amigo, a encontrar aquele que foi responsável por criá-lo.

Aí a aventura começa!

E que aventura divertida. É claro que o livro tem sua cota de confusões, pesquisas, rolos amorosos e brincadeiras. E isso é simplesmente fantástico!

Além disso, como já mencionei, a autora fala bastante coisa sobre informática e o leitor que for um pouquinho curioso não conseguirá se conter e irá pesquisar ainda mais sobre o assunto.

E, garanto, esse é um assunto muito interessante de ser pesquisado: há muita coisa a se descobrir sobre a história da informática e sua evolução, embora seja um campo científico relativamente novo. Os avanços tecnológicos nessa área são rápidos demais e impressionantes na mesma medida. Vale a pena perder algumas horas em pesquisas que irão gerar um nível de conhecimento super bacana.

Pode ler essa primeira aventura dessa turminha maravilhosa sem receios!

O livro deixa claro que este é apenas o primeiro volume (e até mesmo tem ganchos incríveis para uma segunda história), mas a autora finaliza muito bem o arco dessa primeira trama. O que no final das contas quer dizer exatamente: ainda bem que ela terminou a história, mas, por favor, Ana Cristina Melo, lance logo o segundo volume porque eu quero mais para ontem!

Aventura, romance, inimigos e diversão! A Turma do CP-500 agradará leitores de todas as idades e todos os gostos.

A 2ª resenha é da Carolina Durães e foi postada em dois blogs. No Acordei com vontade de ler e no Floreio e Borrões.

“A turma do CP 500” é um livro surpreendente que traz na história cinco amigos divertidos e carismáticos.

Fred e Carol são irmãos que precisam lidar com a ausência da mãe e a necessidade do pai em seguir em frente. Fred ama tudo referente à computadores e vive os seus dias nutrindo uma paixão secreta que pode colocar em risco uma amizade valiosa. Carol é sonhadora e deseja desesperadamente por um final feliz para família, mas apenas se o final for de acordo com o que quer. Cadu é bolsista na escola, muito inteligente, dedicado e também apaixonado. Lena perdeu o pai cedo e conta com a mãe como uma boa amiga para ouvir todos os seus segredos. É bonita, inteligente e carismática. Gui faz o tipo mais esportista, mas é um ótimo amigo, preocupado com todos e disposto a enfrentar diversos problemas por quem ama. Esse grupo incrível está descobrindo os primeiros amores, o valor da amizade e a importância da família como a maioria dos jovens fazem nessa idade. E sua vida seria tranquila até encontrarem Billy. Bill é um personagem fora do comum, já que é uma inteligência artificial. 

É uma surpresa agradável para os leitores conhecerem um pouco mais sobre essa nova realidade de modo não cansativo e bem explicado. A autora conseguiu inserir mais humanidade em um personagem não vivo do que em alguns personagens secundários. Por mais contraditório que pareça, Billy é cheio de vida, demonstra sentimentos e é muito fofo.

O livro traz uma aventura incrível de cinco jovens que irão testar os limites de suas amizades e ao mesmo tempo amadurecer como indivíduos.

Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. Existem detalhes na parte interna do livro que enriquecem bastante o conteúdo, demonstrando a preocupação com a obra. A capa contêm vários elementos da trama, mas não se destaca.

****

Mas não para por aí. Outros blogs têm divulgado o lançamento do livro. Olha que fofo!

* Sonho de Reflexão

Viaje na Leitura

Nessa News

Anúncios